quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Vivemos esperando....

O que ajuda a continuar, é a esperança de que dias melhores virão, a esperança de um futuro melhor e de um futuro feliz....

Linda a mensagem do vídeo:

video

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Devocional - 21/Dezembro

Texto do Manancias no Deserto do dia 21 de Dezembro (lido ontem ao dormir)

"... a terra que pisou darei a ele e a seus filhos, porquanto perseverou em seguir ao Senhor."
(Deuteronômio 1:36)

' Todo trecho difícil do caminho, em que você vê as pegadas de sangue do Mestre e pelo qual ele lhe ordena que o siga, conduz seguramente à benção; benção que você não obterá se não atravessar a vereda íngreme e espinhosa. Todo ponto de combate em que você pecisar desembainhar a espada e lutar contra o inimigo, encerrará uma perspectiva de vitória, que resultará em ricas bênçãos para a sua vida. Todo fardo pesado que você for chamado a erguer encerrará algum estranho segredo de força.'

Mananciais no Deserto - 21 de Dezembro

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Pra você guardei o amor...

video
 
"Pra você guardei o amor
Que nunca soube dar
O amor que tive e vi sem me deixar
Sentir sem conseguir provar
Sem entregar
E repartir


Pra você guardei o amor
Que sempre quis mostrar
O amor que vive em mim vem visitar
Sorrir, vem colorir solar
Vem esquentar
E permitir


Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar


Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar


Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar


Pra você guardei o amor
Que aprendi vendo meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor que arco-íris
Risca ao levitar


Vou nascer de novo
Lápis, edifício, tevere, ponte
Desenhar no seu quadril
Meus lábios beijam signos feito sinos
Trilho a infância, terço o berço
Do seu lar


Guardei
Sem ter porque
Nem por razão
Ou coisa outra qualquer
Além de não saber como fazer
Pra ter um jeito meu de me mostrar


Achei
Vendo em você
E explicação
Nenhuma isso requer
Se o coração bater forte e arder
No fogo o gelo vai queimar..."

terça-feira, 30 de novembro de 2010

"4º Motivo da Rosa"


"Não te aflijas com a pétala que voa:
também é ser, deixar de ser assim.
Rosas verá, só de cinzas franzidas,
mortas, intactas pelo teu jardim.
Eu deixo aroma até nos meus espinhos
ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim..."

Cecília Meireles

Assim como as rosas, há momentos em nossas vidas que tudo se encontra em ordem, todas as pétalas estão em seu devido lugar, mas há momentos em que algumas pétalas começam a se soltar e a voar... e não podemos nos afligir com essas pétalas que voaram e devemos entender que isso era necessário. E mesmo em meio aos 'espinhos', aos problemas, obstáculos e dificuldades que enfrentamos devemos deixar nosso aroma, devemos deixar refletir aquilo que há de melhor em nós e enxergar aquilo que há de bom em meio as lutas para que após isso o nosso aroma tenha sido aperfeiçoado....e então, esse aroma, aquilo que há de melhor em nós deve ser dissipado pelo meio em que vivemos e por onde passarmos assim como o vento dissipa o aroma de uma flor a fim de acrescentar e edificar aqueles que por algum momento fizeram parte de nossa trajetória. E a medida que caminhamos, aquilo que perdemos e que ficou para trás, concerteza irá somar para alguém no caminho, e são essas 'perdas' que nos fazem ganhar mais e mais, que nos fazem buscar além, e caminhar em busca de novas conquistas, sendo assim a nossa vida um crescimento constante e uma busca interminável...

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Devocional - 24/Outubro

Texto de Mananciais no Deserto do dia 24 de outubro (lido ontem ao dormir):

"Eis que farei de ti um trilho cortante e novo..." (Isaías 41:15)

'Os que sofrem mais são capazes de submeter-se mais, e é através de dor que Deus está conseguindo mais de nós para a sua glória e a benção de outros. A vida é muito misteriosa. Alíás, ela seria inexplicável se não crêssemos que Deus nos está preparando para cenas e ministérios que estão além do véu dos sentidos, no mundo eterno, onde, para serviço especial, são necessários espíritos bem temperados.'

(Mananciais no Deserto - 24 de Outubro)

domingo, 24 de outubro de 2010

"O amor acontece"

Filminho do final de semana: "O amor acontece"
Lindo filme! Vi, gostei, e recomendo!
Deixo com vocês um trecho que o ator do filme escreve em um capítulo de seu livro:

" Felicidade é um estado de espírito. E, como todo o resto, requer prática. Dediquemos 5 minutos do dia a sorrir. Simplesmente sorrir. E depois de um instante, virá naturalmente." 
(Burke Ryan)




Com os atores : Aaron Eckhart e Jennifer Aniston
Sinopse do filme: Burke Ryan (Aaron Eckhart) é um escritor viúvo, autor de um livro sobre como lidar com as perdas. Seu trabalho logo se torna um best seller, o que o torna uma espécie de guru da auto-ajuda. Em uma viagem a negócios para Seattle, ele conhece Eloise Chandler (Jennifer Aniston) e por ela se apaixona. Só que, ao assistir o seminário de Burke, ela percebe que na verdade ele ainda não conseguiu superar a morte da esposa.


Bom filme pra vcs!!! : )

sábado, 23 de outubro de 2010

Não espero...

Com o tempo a gente aprende a viver. Essa fala de Caio F. diz exatamente isso, através dos olhos meus:

"Não espero nenhum olhar, não espero nenhum gesto, não espero nenhuma cantiga de ninar. Por isso estou vivo. Pela minha absoluta desesperança, meu coração bate ainda mais forte. Quando não se tem mais nada a perder, só se tem a ganhar. Quando se pára de pedir, a gente está pronto para começar a receber."


 ( Caio Fernando Abreu)

"Um pouco mais de paciência..."

Para iniciar : "Paciência - Lenine", porque as vezes tudo o que precisamos é de um pouco mais de paciência...  

video


 "Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...
  Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...


Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...


O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...


Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara..."